Comentários ao filme Tropa de Elite.

0 Flares 0 Flares ×

“Muito se tem discutido o quanto Tropa de Elite trás de realidade ou não. ‘A polícia é corrupta? A polícia tortura? Há ONG’s criminosas?’. Aspecto irrelevante a se discutir numa obra de arte, lembrando-me logo do que ocorre no livro Dom Casmurro: “Capitu traiu?”. O filme choca porque nos vemos, todos, sem exceção, ali. Ali vemo-nos matando homens, direta ou indiretamente, como policiais ou como usuários, como traficantes ou preconceituosos que apóiam a banalização da vida. Em mim foi suscitada a seguinte pergunta: quando a cultura da preservação da vida fará parte de nossa sociedade?”

Danillo Ferreira

***

“Marco inconteste da história do cinema brasileiro, o filme Tropa de Elite suscita em toda a sociedade uma revisão sobre determinados conceitos e preconceitos ligados à criminalidade e segurança pública, diagnosticando causas, conseqüências e quiçá curas para o que parece um câncer. Ressalta-se um aspecto, talvez involuntário, de que seu entendimento pleno e irrestrito tem o acesso egoisticamente restrito aos policiais militares.”

Victor Fonseca

***

“O filme Tropa de Elite, tornou-se sensação e divide opiniões. Quando a sociedade aplaude a violência que o filme mostra, ela manifesta sentimentos humanos de repúdio, de vingança praticada “merecidamente” contra uma massa menos favorecida, de onde erroneamente se supõe nascer a criminalidade que atormenta, principalmente, seu grupo social. A violência vista na tela é aplaudida quando praticada contra os outros (de onde se supõe nascer a violência). Interessante também é o ponto de vista que o filme traz do policial que se propõe a realizar este tipo de conduta. Sua condição humana, de membro de família, integrante da sociedade, acometido de sentimentos, medos e suscetível a erros como qualquer um, o que serve como reflexão para a maneira que deve-se julgá-lo.”

Washigton Soares

***

“Excelente filme. Com certeza há uma inequívoca intenção de explicitar uma série de mazelas sociais. ONG´s, políticos, as classes média e alta, universitários e mais contundentemente o BOPE da PMERJ, são os principais atores sociais mostrados no filme. Sem dúvida a intenção do filme é denunciar a brutal inversão de valores reinante na sociedade atual. Mais uma vez um Estado, um aparelho repressor, um anti-herói, demandas sociais, muitos interesses envolvidos, a sociedade pagando o pato, o status quo mantido, frases de efeito…”

Marcelo Lopes

***

“Assusta-me projetar um futuro em que as pessoas aceitam as arbitrariedades com as classes menos favorecidas, mesmo sabendo que muita gente inocente fica no meio do fogo cruzado. Na verdade, apesar de ter gostado de Tropa de Elite, ele só me acrescentou o detalhe de que a população do Brasil é tão alienada, que mesmo depois de uma “revelação” dessas, eles se preocupam mais com o modismo das músicas e jargões do que com um dos principais problemas de segurança pública do país.”

Daniel Abreu

Comments

  1. Por Vagner Rodrigues

    Responder
  2. Por wilian carlos

    Responder
  3. Por wilker

    Responder
  4. Por carlos miguel bueno zelayeta

    Responder
  5. Por Antonio

    Responder
  6. Por Revoltado

    Responder
  7. Por Peter Zwillingskinderwagen

    Responder
  8. Por CB A.VIANA

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- 0 Flares ×