Especial Armas de Fogo – AK 47

10 Flares 10 Flares ×

Avtomat Kalashnikova - AK-47

Considerado por muitos a arma de fogo mais famosa do mundo, o Fuzil Avtomat Kalashnikova 1947, “AK-47″, para os íntimos, é daqueles objetos que marcam época. Criado na Rússia em 1947 por Mikhail Kalashnikov, o fuzil tem adeptos atualmente em dezenas de países do mundo, notadamente na região do antigo bloco comunista na Guerra Fria:

“Os dados oficiais não dizem quantos são, mas notícias de jornais e letras de funks e raps proibidos do PCC, mostram que os fuzis AK-47 já chegaram ao Brasil. É difícil, aliás, dizer onde a arma não chegou. Criado na Rússia comunista, o AK-47 apareceu em 92 países, participou de 90% das batalhas da 2ª metade do século XX (às vezes dos dois lados da disputa), e foi a arma usada para matar pelo menos 7 milhões de pessoas. Venceu os rifles americanos no Vietname, substituiu a lança de tribos guerreiras da África, virou ícone da bandeira de Moçambique, monumento na Nicarágua e, hoje, está nas mãos de terroristas islâmicos e traficantes cariocas. Aos 60 anos, o AK-47 conta a história do século XX.”

Leia mais no Obvious.

Atualmente o AK-47 é fabricado em Israel, Geórgia e no Irã. Recentemente, em 2005, o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, fez a aquisição de 100.000 unidades para suas forças armadas, e não ficou só nisso:

“Segundo as autoridades daquele país, a Venezuela terá o direito de fabricar o AK-47 dentro de algum tempo, tendo referido que os acordos estabelecidos entre a Venezuela e a Rússia incluem transferência de tecnologia juntamente com a licença para fabricar AK-47 sem restrições de tipo algum.”

Leia mais no Área Militar

Bandeira de Moçambique e monumento da Nicarágua

O fuzil se tornou popularíssimo em países africanos que passam ou passaram por guerras civis, como Libéria, Angola, Sudão e Moçambique (chegando a valer US$ 10 cada). Neste último, o AK-47 tornou-se símbolo do país, e foi parar em sua bandeira, como símbolo daquele povo, que em 1994 assinou o Acordo Geral de Paz. Na Nicarágua, com a vitória da Frente Nacional de Libertação Sandinista, que derrubou a ditadura da família Somoza, o Avtomat Kalashnikova é a arma ostentada pelo guerrilheiro do monumento que simboliza a vitória.

Especificações Técnicas

Mas por que o AK-47 se tornou tão popular? Simplesmente porque ele atende ao trinômio “manutenção, manuseio e preço”. Dizem que em menos de um minuto é possível montar a Kalashnikova, que possui não mais que 8 peças-base. Além disso, é resistente à lama, água e areia, por isso seu sucesso em países do Oriente Médio, na África e até nas regiões mais inóspitas da América Latina. Veja abaixo algumas especificações do AK-47:

- Calibre: 7,62;
- Cartucho: 7,62 x 39 mm;
- Cadência de Tiro: 600 tiros por minuto;
- Velocidade de saída do projétil: 700 m/s;
- Alcance total: 1500 m;
- Alcance útil: 300 m;
- Peso: 4,3 Kg desalimentada e 4,8 Kg alimentada;
- Comprimento: 87 cm;
- Alimentação: carregadores de 20, 30 ou 90 munições.

Abaixo, deixo alguns links para o leitor que deseje se aprofundar mais na história e nas características deste que é um dos principais fuzis de assalto do mundo:

AK-47: a arma do século XX #1 – Obvious;
AK-47: a arma do século XX #2 – Obvious;
AK-47: a arma do século XX #3 – Obvious;
The AK site. Kalashnikov Home Page;
Fabricante do AK-47.

Especial Armas de Fogo

O Especial Armas de Fogo é uma série de posts publicados sempre nas terças-feiras, tratando das principais armas de fogo utilizadas no Brasil e no Mundo. Caso você tenha sugestões, mande um email para abordagempolicial@gmail.com

Comments

  1. Por Thiago Fontana

    Responder
  2. Por yvan

    Responder
  3. Por SALVADOR MARQUES

    Responder
  4. Por VINÍCIUS FERREIRA

    Responder
  5. Por Leonardo

    Responder
  6. Por Bernardo Tadeu R. Valerio

    Responder
  7. Por José Maria de Negreiros

    Responder
  8. Por Jefferson

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

10 Flares Twitter 0 Facebook 9 Google+ 1 Email -- 10 Flares ×