Polícia Militar da Paraíba (PMPB) em Greve…

17 Flares 17 Flares ×

A Polícia Militar da Paraíba (PMPB) vive uma situação constrangedora: o governador derrotado no último pleito eleitoral, que concorria pela reeleição, resolveu mandar à Assembleia Legislativa da Paraíba pouco antes do término do seu mandato, a proposta de adequação salarial das polícias estaduais de acordo com o que preceitua a Proposta de Emenda Constitucional nº 300, a PEC 300. Porém, o governador eleito, Ricardo Coutinho, do PSB, alegando indisponibilidade de recursos, vetou o projeto após aprovado na Assembleia, o que gerou o que chamamos popularmente de “tirar o doce da boca da criança’.

O resultado é que os policiais vem se mobilizando já faz algum tempo, reivindicando as melhorias salariais e cumprimento de outros direitos que vêm sendo ignorados pelo governo. Ontem, liderados pelo ex-deputado federal Major Fábio, os policiais decidiram em assembleia por deflagrar uma greve geral das polícias civil, militar, agentes penitenciários e bombeiros.

Representantes do governo se reuniram hoje com lideranças do movimento, apresentando uma proposta que não foi aceita por estes últimos:

Governo e Segurança não chegam a um consenso e greve da PM continua por tempo indeterminado; Nonato avisa que vai aguardar contraproposta

Terminou sem avanços a reunião entre representantes da Segurança e Secretários do Governo Ricardo no inicio da tarde desta terça-feira (01) no Centro Administrativo Estadual . Sem consenso, a PM decidiu manter a greve por tempo indeterminado em todo o território paraibano. Ainda não há previsão para uma nova rodada de negociações.

O Secretário de Comunicação do Estado, Nonato Bandeira, explicou que solicitou da categoria a elaboração de uma contraproposta com todas as reivindicações concretas. “Nós apresentamos hoje uma proposta e vamos aguardar uma contraproposta com as reivindicações concretas, só a partir daí é que poderemos tomar alguma providência”, disse.

Leia mais…

O Governo já anunciou que pediu ao Ministério da Justiça a presença da Força Nacional de Segurança, e qualificou a greve das polícias como ilegal:

Ricardo Coutinho revela que já pediu Força Nacional e ilegalidade da greve da Polícia

O governador Ricardo Coutinho (PSB) revelou no final da manhã desta terça-feira, 1º, que já solicitou ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, o apoio da Força Nacional de Segurança e que também já pediu a ilegalidade do movimento grevista dos policiais militares, civis, agentes penitenciários e bombeiros militares.

Ricardo reafirmou que o estado não tem como pagar o reajuste aprovado pela Assembleia Legislativa no ano passado, que ficou conhecida como PEC 300, por dois motivos. ‘Primeiro por que a justiça já se pronunciou e disse que é ilegal e segundo por que o estado está quebrado e não tem condições de em 50 dias pagar um reajuste como este’, destacou.”

Leia mais…

Apesar das informações e contrainformações que sempre permeiam este tipo de movimento, observando o relato de alguns policiais nas redes sociais, parece que a mobilização é significativa. É preciso que os PM’s paraibanos atentem para a legalidade de suas ações, pois o desdobramento judicial pode ser perverso individualmente – vandalismos e irresponsabildades só fazem desacreditar o movimento.

Desejamos boa sorte aos policiais mobilizados, e que o espírito de de grupo seja enaltecido também em outras corporações pelo Brasil. Aguardemos as próximas notícias…

Comments

  1. Por ROBERVAL

    Responder
  2. Por Advogado

    Responder
  3. Por thiago

    Responder
  4. Por Geraldo PM

    Responder
  5. Por Rodrigo

    Responder
  6. Por Rodrigo

    Responder
  7. Por mario thiago

    Responder
  8. Por Eduardo Henrique

    Responder
  9. Por Edimilson Cerqueira

    Responder
  10. Por Sd PM Bahia Interior

    Responder
  11. Por Fireman DF
  12. Por Indignado

    Responder
  13. Por Fradique Mendes

    Responder
  14. Por Orgulhoso

    Responder
  15. Por Camila

    Responder
  16. Por sd pm Al

    Responder
  17. Por antonio

    Responder
  18. Por Teixeira

    Responder
  19. Por sd pm pernambuco

    Responder
  20. Por Leonardo

    Responder
  21. Por carlos

    Responder
  22. Por ACE

    Responder
  23. Por JEANNE

    Responder
  24. Por rodrigo

    Responder
  25. Por fogo trocado

    Responder
  26. Por Átila, um mililtar estadual na PB

    Responder
  27. Por ROBERIO

    Responder
  28. Por feliz

    Responder
  29. Por Pm desestimulado

    Responder
  30. Por Pm desestimulado

    Responder
  31. Por Geraldo!!

    Responder
  32. Por Pm desestimulado

    Responder
  33. Por Ivanildo

    Responder
  34. Por Ewerton Monteiro

    Responder
  35. Por ESPOSA PM MT

    Responder
  36. Por thiago

    Responder
  37. Por thiago

    Responder
  38. Por thiago

    Responder
  39. Por thiago

    Responder
  40. Por SD Bruno

    Responder
  41. Por marcelo max

    Responder
  42. Por Davi

    Responder
  43. Por gilberto

    Responder
  44. Por SD CLODOALDO

    Responder
  45. Por João

    Responder
  46. Por leandro

    Responder
  47. Por CLEITON

    Responder
  48. Por thiago

    Responder
  49. Por cleverson

    Responder
  50. Por a hora é a hora

    Responder
  51. Por clemilton dos santos oliveira

    Responder
  52. Por thiago

    Responder
  53. Por Ewerton Monteiro

    Responder
  54. Por Sergio

    Responder
  55. Por CARLOS BEZERRA

    Responder
  56. Por thiago

    Responder
  57. Por thiago

    Responder
  58. Por PM

    Responder
  59. Por Sd PM Bahia Interior

    Responder
  60. Por Raquel

    Responder
  61. Por Raquel

    Responder
  62. Por promotor de justiças

    Responder
  63. Por Anibal PMCE

    Responder
  64. Por antonio

    Responder
  65. Por SAMUEL BORGES

    Responder
  66. Por thiago

    Responder
  67. Por joel l. da silva

    Responder
  68. Por Alberes CB.Reformado PMPE

    Responder
  69. Por cb pm alagoas

    Responder
  70. Por luis vieira

    Responder
  71. Por SD PM FRED de RONDÔNIA

    Responder
  72. Por Carlos A Souza

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

17 Flares Twitter 14 Facebook 3 Google+ 0 Email -- 17 Flares ×