Questões etárias na Hierarquia PM

8 Flares 8 Flares ×

Em diferentes instituições militares, geralmente com frequência anual, há a formatura de aspirantes-a-oficial, os quais são distribuídos em unidades para exercerem as funções para as quais foram formados, porém nem sempre esse processo que se inicia transcorre de forma pacífica, muitas vezes por conta de questões etárias.

Naturalmente, compreende-se que seja até instintiva a resistência à subordinação por parte de um militar que, por exemplo, já conte com 30 anos de serviço, mais de 50 anos de idade, larga experiência combativa acumulada, e se vê sob comando de alguém com apenas 21 anos. Mas, desde sempre, não é essa a regra? Por mais “desagradável” que possa parecer, é preciso cumprir o que a legislação estabelece.

No Judiciário, pode existir um juiz que aos 28 anos está investido numa função que lhe confere poderes suficientes para privar pessoas de sua liberdade, confiscar bens, fechar estabelecimentos, entre outras medidas legais. Poderá um ancião de mais de 80 anos desobedecer tal determinação, inspirando-se na sua larga vivência? Na Bahia, atualmente, o secretário de segurança pública tem 33 anos, ao tempo em que alguns coronéis contam com quase 60, mas nem por isso estão dispensados de acatar as diretrizes emanadas.

De volta ao cerne da questão militar, o que se propõe como cenário ideal é a humildade do recém-formado, assimilando a sabedoria da experiência acumulada por policiais mais antigos, sem deixar de cumprir com as devidas obrigações, sejam elas relativas à missão de fiscalizar e supervisionar ações, ou ainda de transferir os conhecimentos técnicos e teóricos que traz da recente formação.

Igualmente é necessário que o policial subordinado dê conselhos, sugestões, participe ativamente de situações e diligências em busca do melhor encaminhamento e desfecho, em vez de permitir o “vexame” a que todos estão expostos ao risco, sobretudo no início da carreira.

Não há o que se questionar da investidura no poder para, por exemplo, apurar feitos. A organização da sociedade não é tribal baseada na liderança do mais velho, mas sim a partir da capacitação obtida e da função assumida. Cabe a cada parte cumprir a missão, sem espaço para vaidades, em busca da melhor prestação de serviço. Superada essa barreira, muitos problemas são evitados e o benefício vem para todas as partes.

Comments

  1. Por dmm

    Responder
  2. Por gilson calixto

    Responder
  3. Por alvaro cunha

    Responder
  4. Por Victor F. Fonseca

    Responder
  5. Por Duarte Silveira

    Responder
  6. Por Rudi Rodrigues da PM Ba

    Responder
  7. Por SD Bruno

    Responder
  8. Por eder

    Responder
  9. Por Victor F. Fonseca

    Responder
  10. Por Leandro

    Responder
  11. Por centurião

    Responder
  12. Por Ivanildo

    Responder
  13. Por Roberto Fernandes

    Responder
  14. Por Victor F. Fonseca

    Responder
  15. Por julião petrukio

    Responder
  16. Por Moraes

    Responder
  17. Por Victor F. Fonseca

    Responder
  18. Por SOLDADO

    Responder
  19. Por Sidney Oliveira

    Responder
    • Por Deyvid Santana

      Responder
  20. Por tarcisio ferreira da silva filho

    Responder
  21. Por Jucelino

    Responder
  22. Por SD PM MARCELO(PMESP)

    Responder
  23. Por Leandro

    Responder
  24. Por Victor F. Fonseca

    Responder
  25. Por SD PM MARCELO(PMESP)

    Responder
  26. Por Victor F. Fonseca

    Responder
  27. Por SD PM MARCELO(PMESP)

    Responder
  28. Por Victor F. Fonseca

    Responder
  29. Por SD PM MARCELO(PMESP)

    Responder
  30. Por Victor F. Fonseca

    Responder
  31. Por Arthur

    Responder
  32. Por SD PM MARCELO(PMESP)

    Responder
  33. Por Ivanildo

    Responder
  34. Por Victor F. Fonseca

    Responder
  35. Por Ivanildo

    Responder
  36. Por Natanael

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

8 Flares Twitter 5 Facebook 3 Google+ 0 Email -- 8 Flares ×