O adolescente acorrentado e a corrente de sensacionalismo

316 Flares 316 Flares ×

Sou desses que geralmente prefere não criticar certas vozes para evitar que elas sejam amplificadas e disseminadas para mais ouvidos, mas há casos em que é impossível se conter. Principalmente quando vejo a edificação de um senso comum simplista, perverso e moralista (no pior sentido do termo). O discurso abaixo, transmitido em rede nacional pelo SBT, tem essas características, e mais pitadas de sensacionalismo e fascismo:

Rachel Sheherazade – "Adote um Bandido" – SBT BRASIL 04/02/2014

Ela se refere ao caso em que um adolescente de 16 anos acusado de roubo foi encontrado acorrentado a um poste no Rio de Janeiro:

Um rapaz foi agredido, deixado nu e preso com uma trava de bicicleta a um poste, no Flamengo (zona sul do Rio), na noite da última sexta-feira, 31. Os bombeiros foram chamados e precisaram usar um maçarico para libertar o rapaz, encaminhado ao Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro. A mulher que socorreu o rapaz divulgou o caso na internet e foi criticada porque ele, negro, seria integrante de uma gangue que pratica assaltos na zona sul. O rapaz estava sem documentos, segundo os bombeiros, e o caso não chegou a ser registrado na polícia. UOL

A cena:

Adolescente acorrentado

O pior é que há muitos policiais por aí defendendo as teses proclamadas no vídeo, e outras da mesma autora, que virou “porta voz” de setores policiais que entendem que precisamos de políticas de “mão dura” contra parte específica da sociedade brasileira (que não é aquela dona de privilégios sociais, políticos e econômicos).

Por mim, fico com a lucidez de Julita Lemgruber (socióloga e ex-administradora do sistema carcerário carioca):

Julita Lemgruber

E com a perspicácia interpretativa de Luiz Eduardo Soares (Ex-secretário Nacional de Segurança Pública):

Luiz Eduardo Soares

Luiz Eduardo Soares

Nenhuma violência deve ser celebrada. Tentativas violentas de vingança e “resposta” a outros atos violentos apenas alimentam os ciclos de violência.  Aos policiais, sugiro não caírem no “conto do vigário”, em discursos inflamados de quem está pronta para seguir os ventos da audiência polemizante.

Comments

  1. Por Victor F. Fonseca

    Responder
    • Por Danillo Ferreira

      Responder
      • Por Victor F. Fonseca

        Responder
        • Por Wagner

          Responder
        • Por L Rodrigues

          Responder
          • Por lilian

            Responder
        • Por lilian

          Responder
        • Por Tamyres

          Responder
      • Por wenderson

        Responder
      • Por Tamyres

        Responder
    • Por Emmanoel Almeida

      Responder
      • Por Victor F. Fonseca

        Responder
      • Por lilian

        Responder
    • Por Danilo Cerqueira

      Responder
      • Por Danilo Cerqueira

        Responder
    • Por Patrícia de Sampa

      Responder
  2. Por Nei

    Responder
    • Por Wagner

      Responder
      • Por Lariane Rodrigues

        Responder
    • Por Patrícia de Sampa

      Responder
  3. Por Leandro

    Responder
    • Por Patrícia de Sampa

      Responder
  4. Por Wagner

    Responder
    • Por lilian

      Responder
  5. Por sd

    Responder
  6. Por Dos Santos

    Responder
  7. Por Leticia

    Responder
    • Por welton rocha

      Responder
      • Por Patrícia de Sampa

        Responder
  8. Por Igor

    Responder
  9. Por TalesM

    Responder
    • Por Patrícia de Sampa

      Responder
  10. Por gustavo

    Responder
    • Por welton rocha

      Responder
      • Por L Rodrigues

        Responder
        • Por Patrícia de Sampa

          Responder
  11. Por Sd Cesar

    Responder
    • Por lilian

      Responder
  12. Por santos

    Responder
    • Por L Rodrigues

      Responder
    • Por lilian

      Responder
    • Por Patrícia de Sampa

      Responder
  13. Por Lucas Andrade

    Responder
    • Por Victor F. Fonseca

      Responder
  14. Por Cap caverna

    Responder
  15. Por anderson

    Responder
  16. Por Ery

    Responder
  17. Por Emanuel

    Responder
  18. Por welton rocha

    Responder
  19. Por Jarbas

    Responder
    • Por lilian

      Responder
  20. Por JONATHAS

    Responder
  21. Por Israel Ziller

    Responder
  22. Por sdbandeira

    Responder
  23. Por Tiago

    Responder
    • Por REINALDO

      Responder
  24. Por Tiago

    Responder
    • Por REINALDO

      Responder
  25. Por Cidadão

    Responder
    • Por REINALDO

      Responder
      • Por Tiago

        Responder
      • Por Victor F. Fonseca

        Responder
      • Por André P.

        Responder
  26. Por Tiago

    Responder
    • Por André P.

      Responder
  27. Por Carlos

    Responder
  28. Por REINALDO

    Responder
  29. Por gabriel

    Responder
  30. Por Luciana

    Responder
  31. Por Daniel Barbosa da Silva

    Responder
  32. Por Marcelo, Policial Civil Catarinense

    Responder
  33. Por Marcelo, Policial Civil Catarinense

    Responder
  34. Por Maurício

    Responder
  35. Por Andrey

    Responder
  36. Por santos

    Responder
  37. Por Luciano

    Responder
  38. Por Luciano

    Responder
  39. Por santos

    Responder
  40. Por Amigo

    Responder
    • Por Luciano

      Responder
  41. Por FABRÍCIO PIERROT

    Responder
  42. Por Praça de Polícia

    Responder
  43. Por Geraldo Silva

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

316 Flares Twitter 20 Facebook 294 Google+ 2 Email -- 316 Flares ×