Conheça as canetas táticas! 
Policial faz respiração boca-a-boca em cachorro 
O Significado das Placas de Trânsito no Brasil 

Comentários

O principal motivo pelo qual a internet e os blogs deram certo é o caráter democrático das publicações, onde não existem amarras ou limitações para que os usuários das páginas se posicionem, ou mesmo criem sua própria página. Foi visando e aplicando esses princípios - de liberdade de expressão e de multiplicidade de pensamentos e posicionamentos - que o Abordagem Policial cresceu, alcançando visibilidade nacional. Ao todo, são mais de 500 posts, e mais de 10.000 comentários - e posts com mais de quinhentos comentários. Esses dados, e a postura que adotamos aqui, sempre pautada no respeito às opiniões diversas, nos dá o respaldo para impor limitações aos abusos que ultimamente estão sendo cometidos por usuários do Abordagem Policial na caixa de comentários. Por isso, criamos algumas regras que constituem a Política de Comentários do blog, que pretende melhorar a qualidade dos debates e manter o grau democrático que alcançamos. Leiam atentamente abaixo: 1. Não xingue, não acuse levianamente. Comumente temos recebido comentários onde usuários trocam ofensas gratuitas, xingamentos e acusações. Muitos desses comentários, inclusive, se constituem em crimes contra a honra - como calúnia, injúria e difamação. Comentários que contenham este tipo de conteúdo serão prontamente EXCLUÍDOS, sem prévio nem posterior aviso ao usuário. Estamos aqui para debater idéias, não pessoas. 2. Quer divulgar algo? Mande por email! Alguns usuários, defensores de causas pessoais ou de terceiros, querem usar o blog para divulgar essas causas. Até aí, tudo bem. O problema é que o expediente utilizado não pode ser, por exemplo, a reprodução desse conteúdo na caixa de comentários de vários posts distintos. Por mais que o assunto seja pertinente, colar conteúdo de terceiros, ou fazer o mesmo comentário em vários posts, se constitui SPAM, e também será prontamete EXCLUÍDO por este editor. Quer divulgar algo que acha realmente importante? Mande-nos por email (abordagempolicial@gmail.com) solicitando a divulgação, e então analisaremos a possibilidade de criar um post sobre o assunto. 3. Eu sei quem você é! Alguns usuários estão publicando comentários utilizando identificação diferente, apenas para manipular as discussões, criando um lobby em torno das suas convicções - ou interesses. Assim que perceber um mesmo usuário comentando com identidades distintas (existem meios técnicos de se descobrir), irei expor na caixa de comentários o expediente, no intuito de desacreditar aquele debatedor. 4. Crie uma reputação como comentarista! Nós temos várias maneiras de fidelizar nosso leitor. Temos uma comunidade no orkut, twitter, Feed RSS etc. Mas nada torna o leitor mais confiável e respeitável, fazendo valer nossso trabalho, do que uma postura correta enquanto comentarista, sem exageros nem abusos. Use sempre o mesmo nome quando comentar, e quando quiser ter uma participação mais efetiva, mande seu texto! 5. Leia antes de postar... O blog é um ambiente informal, que não exige muita preocupação na publicação. Mas sempre é prudente que os comentários sejam feitos com certa correção ortográfica e coerentemente. Leiam o post e os comentários anteriores - é possível que alguém já tenha dito o que você já disse. * * * Essa Política, insisto em dizer, não visa suprimir opiniões, ao contrário, visa respeitar e amplificar a visão daqueles que querem expor suas idéias de modo responsável e legítimo. Caso você discorde, comente neste post, sugerindo emendas ao que foi posto. Por enquanto, essas medidas serão adotadas em lugar da completa moderação dos comentários - o que seria uma perda tremenda para o blog. Mas se for necessário, não poderei deixar de fazê-lo.
Após a votação e aprovação dos reajustes e demais peculiaridades do Projeto de Lei 17.111, os ânimos parecem se acalmar na negociação entre as entidades representantes das polícias civil e militar da Bahia e o Governo do Estado. A Polícia Civil suspendeu a greve por 72 horas, isso porque o Governo, através da Secretaria de Relações Institucionais do Estado, resolveu reabrir as negociações. Segundo o jornal A Tarde, dentre outros temas, "será discutida a Lei Orgânica da Polícia Civil, que prevê novo plano de cargos e salários para a instituição". O Sindicato dos Policiais Civis (SINDPOC) não descarta a possibilidade de retorno da greve, caso as negociações não sejam satisfatórias. Por parte da PM, foi divulgado que "O presidente da Associação dos Sargentos de Ilhéus, Geraldo Pereira e o diretor jurídico da Associação de Policiais de Jequié e Região (Aspojer), soldado Deyvison Batista, condenaram hoje, durante reunião na Assembléia Legislativa, a decretação do estado de greve por policiais militares.". * * * No post anterior tivemos um comentário dum leitor denominado "Suez", reprovando o texto postado, afirmando que se teria feito uma apologia às ações do Governo da Bahia em relação às atuais questões salariais. Decidi que os comentários fossem apagados, por conter termos inadequados para o objetivo deste blog. Independentemente disso, sinto-me no direito e na obrigação de responder o comentário (não ao impropério, mas ao posicionamento que o leitor achou que tive). Por partes: 1 - Não sou a favor dos salários que atualmente os policiais militares da Bahia percebem. Essa é uma questão óbvia, clara, já descrita por mim mesmo em vários outros posts (quem lê o Abordagem há algum tempo sabe disso). Se eu, o Aluno-a-Oficial PM Danillo Ferreira, achasse o contrário, também exporia tal opinião aqui; 2 - O Abordagem Policial não é um "mero difusor de informação", tampouco faz "marketing sensacionalista", como o Sr. Suez frisou em comentários de outro blog policial. Mais uma vez o leitor peca por não acompanhar as postagens do blog, que vão desde comentários sociológicos/legais até curiosidades/informações sobre Segurança Pública; 3 - Os colaboradores do blog, os Alunos-a-Oficial Danillo Ferreira, Marcelo Lopes, Victor Fonseca, Washington Soares e Daniel Abreu, pretendem com este trabalho, discutir Segurança Pública. É puramente isso que nos interessa e nos motivou ao cria o Abordagem: produzir conhecimento através deste espaço - algo que as polícias militares de todo o Brasil carecem, para que não fiquemos a mercê dos chamados "formadores de opinião"; 4 - Uma mera informação que postamos tem o intuito de fomentar uma discussão. Ou seja: o texto postado é o início de uma dialética que esperamos ter continuidade através dos comentários - aqui no blog ou até na comunidade do orkut; 5 - Convidamos o Sr. Suez a expressar suas opiniões através do blog, sempre, mas de forma contida, sem o uso de termos degradantes, e, é claro, identificando-se. Se for Policial Militar principalmente: esse é o foco do nosso blog. A Coluna do Leitor está aberta, os comentários também, bem como a comunidade e o email. Se alguém acha que o blog está pecando, repito, terá toda a abertura para opinar e mudá-lo até mesmo tornando-se um colaborador. Esperamos, assim, a resposta do leitor Suez, sem leviandade, sem rivalidade nem intriga. Queremos conhecimento: é assim que fazemos uma segurança pública melhor.