Por que você deve estar atento à PEC 89/2015 
Livro: “Quem comanda a segurança pública no Brasil?” 
Técnicas de segurança para motociclistas no Trânsito 

Concurso Policial

Os concurseiros paranaenses que anseiam ingressar na Polícia Militar do Paraná já podem se prapar para uma grande oportunidade ainda neste ano de 2012: o Governador paranaense, Beto Richa, acaba de anunciar a abertura de concurso com 6.000 vagas para a PMPR, visando complementar o efetivo da corporação, principalmente nas "UPP's paranaenses", as Unidades Paraná Seguro (UPS). Abaixo, matéria do Governo paranaense sobre o concurso: O governador Beto Richa afirmou nesta quinta-feira (26/07) que até o final deste ano o governo estadual deverá lançar concurso público para a contratação de 6.000 policiais militares. O anúncio foi feito durante a instalação de mais duas Unidades Paraná Seguro (UPS) na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), no conjunto Caiuá e na Vila Nossa Senhora da Luz. Richa afirmou que o governo está fazendo um grande esforço para recompor os efetivos das forças policiais e modernizar todo o sistema de segurança pública. Em maio, foram integrados às corporações da Polícia Civil e Polícia Militar 3.120 agentes. “Herdamos uma completa situação de desmantelo e com o programa Paraná Seguro colocamos em prática um plano de ações de reestruturação da segurança pública”, disse. De acordo com o governador, o reforço do policiamento na CIC é prioritário porque a região é uma das mais violentas do Estado e tem grande densidade populacional. O bairro conta com 170 mil habitantes e terá quatro UPS e um Batalhão de Polícia Militar. “Cerca de 200 policiais civis e militares trabalharão de forma integrada e permanente na CIC, que é o maior bairro do Paraná”, disse Richa. Das quatro UPS previstas, a primeira foi instalada na semana passada na Vila Sabará. Nos próximos dias será implantada a base da Vila Verde. Outras duas unidades estão em funcionamento na cidade, nos bairros Uberaba e Parolin. “A instalação das UPS reduziu os índices de criminalidade nos bairros o que comprova a eficiência da ação integrada entre as polícias do Paraná, a comunidade e o município”, afirmou. Richa destacou que as experiências com as UPS mostram queda acentuada no número de crimes nas regiões que passam a ter policiamento comunitário. O governador reafirmou que outras quatro unidades serão instaladas em Curitiba até o final do ano. “A partir do ano que vem esta ação vai atender aos municípios do interior do Estado”, explicou Richa. Ótima chance para quem sonha ingressar na PM do Paraná. Comecem/intensifiquem os estudos!
Depois que publicamos o anúncio de um concurso com 600 vagas para a Polícia Militar de Sergipe, muitos candidatos têm se movimentado buscando informações sobre requisitos, salário e outras questões sobre o concurso. Mesmo antes da publicação do edital, que deve ocorrer em outubro, é possível saber de algumas exigências, observando o disposto no Estatuto dos Policiais Militares de Sergipe, em seu artigo 10: Art. 10. A investidura nos Postos ou Graduações iniciais de Oficial ou de Praça da Polícia Militar do Estado de Sergipe – PMSE, dar-se-á unicamente por meio de concurso público de provas ou de provas e títulos, de acordo com a natureza do posto ou graduação, observadas as demais exigências prescritas em lei ou em regulamento. § 1º. O ingresso na Polícia Militar será facultado a todos os brasileiros sem distinção de raça ou de crença religiosa, mediante inclusão, matrícula ou nomeação, observadas as condições prescritas em lei e nos regulamentos da Corporação. § 2º. Para inscrição no concurso público a que se refere o "caput" deste artigo, o candidato deverá preencher os seguintes requisitos, sem prejuízo de outros previstos no respectivo edital e/ou em ato normativo específico: I – ter, no mínimo, 18 (dezoito) anos e, no máximo, 30 (trinta) anos de idade na data de inscrição no concurso; II – ter escolaridade mínima correspondente ao ensino médio completo, ou equivalente, obtida em instituição devidamente reconhecida, que poderá ser comprovada até a data de matrícula no respectivo curso inicial de formação de Oficiais ou de Praças; III - ter altura de, no mínimo, 1,60 m (um metro e sessenta centímetros) para o sexo feminino e de, no mínimo, 1,65 m (um metro e sessenta e cinco centímetros) para o sexo masculino. [...] § 4º. Do concurso público a que se refere o "caput" deste artigo deverá constar etapa, de caráter eliminatório e classificatório, em que o candidato seja considerado apto em exame médico, em testes de aptidão física, e em exame psicológico, bem como em investigação social, de acordo com critérios definidos pela PMSE. O salário atual do soldado da Polícia Militar de Sergipe é de cerca de R$3.300,00, um dos maiores do país - principalmente se considerarmos o custo de vida no estado. Os interessados que intensifiquem os estudos...
Ainda em julho de 2012 a Polícia Civil do Estado de São Paulo lançará edital para a contratação de auxiliar de papiloscopista e atendente de necrotério (nível fundamental); papiloscopista, auxiliar de necropsia e agente policial (nível médio); e perito (nível superior). A notícia tem sido publicada por veículos especializados em concursos públicos, onde se fala de cerca de 2 mil vagas a serem autorizadas: A Polícia Civil de São Paulo conta com 701 postos já autorizados para cargos de todos os níveis escolares: auxiliar de papiloscopista e atendente de necrotério (nível fundamental); papiloscopista, auxiliar de necropsia e agente policial (nível médio); e perito (nível superior). Os editais estão previstos para serem publicados no mês de julho. O primeiro edital a ser divulgado será o de perito criminal, com a oferta inicial de 56 vagas, mas como a autorização para o preenchimento das vagas é de 2011, esse número pode aumentar devido a alterações na demanda de profissionais durante esse período. Outras 2 mil vagas entre as funções de investigador e escrivão também já estão confirmadas, mas dependem de autorização formal do governador Geraldo Alckmin. Os interessados em concorrer poderão orientar melhor seus estudos, enquanto aguardam a publicação dos editais, o que deverá ocorrer já a partir de julho. As informações são da divisão de seleção e concursos da Academia da Polícia Civil (Acadepol). Leia mais... Aos aspirantes às funções citadas acima, é hora de intensificar os estudos e rever editais e provas anteriores. Boa sorte!
Como antecipamos aqui no Abordagem Policial, a Polícia Militar de Alagoas (PMAL) acaba de lançar o edital do concurso de admissão de soldados e oficiais combatentes, sendo 1000 vagas para soldado e 40 para oficial. O salário inicial para o soldado PMAL é de R$ 2.200,00, enquanto o candidato ao cargo de oficial PM receberá R$1.563,78 durante os três anos de curso de formação. Abaixo, os requisitos para os cargos: - Ser aprovado no concurso público; - Para o Curso de Formação de Oficiais, ser brasileiro nato e, para o cargo de Soldado Combatente, ser brasileiro nato ou naturalizado para o ingresso no Curso de Formação; - Ter idade mínima de 18 (dezoito) anos completos e máxima de 30 (trinta) anos, na data prevista para a matrícula do Curso de Formação; - Estar em dia com as obrigações eleitorais e, em caso de candidato do sexo masculino, também com as militares; - Não ter sido julgado incapaz ou inválido para o serviço ativo das Forças Armadas ou Forças Auxiliares.; - Não ter sido ex-aluno de estabelecimento de ensino militar, policial militar, policial civil, policial federal ou bombeiro militar, desligado por motivos disciplinares; - Não estar exercendo ou ter exercido atividades prejudiciais ou perigosas à Segurança Nacional; - Possuir conduta ilibada; - Possuir bons antecedentes, comprovados por meio de certidões de antecedentes criminais da Justiça Federal, da Justiça Estadual, da Justiça Eleitoral e da Polícia Judiciária da jurisdição onde residiu nos últimos cinco anos, expedidas, no máximo há 30 dias; - Ter aptidão física e intelectual para o exercício das atribuições do cargo, comprovadas por meio de exames específicos; - Ter sanidade física e mental; - Ter altura mínima de 1,65 metros (um metro e sessenta e cinco centímetros) se do sexo masculino e 1,60 metros (um metro e sessenta centímetros) se do sexo feminino; - Ser habilitado para conduzir veículos automotores, no mínimo, na categoria B ou possuir habilitação provisória ou permissão para esta categoria. (mais…)
Os concursandos alagoanos estão na expectativa de publicação do edital do concurso de admissão para soldados policiais militares e oficiais PM. Segundo divulgou o jornal Folha Dirigida, isto não está distante de ocorrer, já que o governo alagoano solicitou à Procuradoria Geral do Estado a autorização para a contratação de policiais: A Polícia Militar de Alagoas (PM-AL) enviou à Procuradoria Geral do Estado (PGE-AL) um pedido para que seja autorizada a contratação do Cespe/UnB como organizador do concurso de soldado e oficial, por meio de dispensa de licitação. [...] Com o avanço nos preparativos, a expectativa é de que o edital seja publicado ainda neste semestre, seguindo a previsão feita pelo secretário de Defesa Social, Dário César. No entanto, o departamento de imprensa assinalou que o cronograma só poderá ser confirmado após a oficialização da banca. Serão oferecidas 1.040 oportunidades no total, sendo mil para soldado e 40 para oficial. As carreiras têm como requisito nível médio completo, idade máxima de 30 anos e altura mínima de 1,60m para mulheres e 1,65m para homens. O salário inicial é de R$964,62 durante o curso de formação e de R$1.715 após a conclusão. Mais vagas - Também estão sendo preparados concursos para a Polícia Civil (PC-AL) e Perícia Oficial (POAL), mas para esses órgão o processo está menos avançado e ainda não há definição quanto à organizadora. Para a Polícia Civil, serão 400 vagas, sendo 40 para delegado, 120 para escrivão e 240 para agente. Para escrivão e agente de polícia, é exigido curso superior em qualquer área e os vencimenetos são de R$1.818,09. O cargo de delegado requer graduação em Direito e proporciona salário de R$7.799,26. Para a Perícia Oficial (POAL) serão destinadas 90 vagas, sendo cinco para papiloscopista, dez para odontolegista, 15 para auxiliar de necropsia, 20 para médico legista e 40 para perito criminal. Agora é aguardar o edital, e intensificar o estudos.
O que torna um candidato aprovado em um concurso, sem dúvida, é o que geralmente se chama de diferencial: aquela especialização ou aprofundamento em determinado assunto ou disciplina, a insistência em treinar questões, a abdicação de aspectos da vida social que nem sempre favorecem a prática do estudo. Quando se trata de um concurso disputado, como é o caso do recém-aberto para a Polícia Federal, que concede aos aprovados o salário de até mais de R$ 13.000,00, buscar o máximo de diferenciais é a dica para se dar bem. E já que estamos falando de concursos policiais, a área de direito é uma das que mais exige atenção, pois não possui disciplinas que o candidato conheceu durante sua vida escolar regular. A não ser que você seja bacharel em Direito, ou tenha feito algum curso que exija conhecimento na área, as disciplinas jurídicas ainda são algo novo, que necessitam de aprofundamento e atenção. E não é outra a proposta do programa "Saber Direito", da TV Justiça: Saber Direito, um programa voltado para a extensão e aprofundamento dos conhecimentos jurídicos. Estudantes e interessados em conhecimentos jurídicos podem acompanhar cursos de direito constitucional, penal, do trabalho e de várias outras áreas. O objetivo do programa é apresentar diversos conteúdos jurídicos e promover discussões de forma didática e acessível. O cenário tem a estrutura de uma sala de aula para possibilitar a integração entre aluno e professor. Abaixo, alguns dos temas fundamentais para quem quer aproveitar este conteúdo: (mais…)