Os problemas com as armas Taurus 
Mulheres com medidas protetivas poderão acionar botão para chamar a polícia em Pernambuco 
Jovens são presos por desacato após comentar ações de policiais 

Crime Organizado

Já não é novidade para ninguém os maus tratos que passa a população carcerária e o estado de falência do sistema prisional. Inúmeros são os casos de desrespeito aos Direitos Humanos, descumprimento das normas que regem o sistema prisional e os diversos casos de corrupção, descaso e omissão estatal. A sociedade também carrega a sua mea-culpa. O livro "Cobras e Lagartos" de Josmar Jozino é uma denúncia a mais da falência do sistema carcerário. Os presídios nacionais tornaram-se uma faculdade do crime. Relatos que se basearam em investigações jornalísticas, testemunhos, documentos e informações provenientes daquilo que chamamos de "fontes quentes", aqueles que participaram diretamente do crime organizado. É alarmante a conivência e a omissão das autoridades que deveriam zelar pelo fiel cumprimento das normas prisionais e pela legalidade dos procedimentos. Fazem "vistas grossas" a todas as práticas ilegais que ocorrem dentro dos presídios. Tais práticas são provenientes da parte dos presos, como também dos agentes penitenciários e todos os envolvidos na rotina prisional. As mazelas que ocorrem são diversas. São estarrecedoras, chocantes. "Cobras e Lagartos" é mais uma evidência de que o endurecimento das normas que regulam a população carcerária, sem que haja uma fiscalização constante, um comprometimento com a moral, respeito a dignidade da pessoa humana e o fiel cumprimento das leis, são ineficazes. (mais…)