Pesquisa no Rio estuda rejeição ao “Bandido Bom é Bandido Morto” 
Rio de Janeiro bate recorde de homicídios 
256 cidades do Estado de São Paulo não possuem Delegado 

Debate

A Plataforma MUDAMOS, projeto do ITS-Rio premiado pelo Desafio Google de Impacto Social, promoveu diálogo inédito entre cidadãos e profissionais de segurança pública. O relatório do debate online analisa mais de 10 mil contribuições feitas na plataforma MUDAMOS e em suas redes sociais ao longo de cinco meses. O resultado mapeia argumentos para mudanças na atual gestão da Segurança Pública no Brasil a partir de seis temas, sendo a desmilitarização o mais calorosamente discutido, principalmente entre policiais militares praças e civis. A maioria dos participantes desses subsetores se mostraram favoráveis a proposta. Um dos argumentos recorrentes para o apoio ao projeto de desmilitarização diz respeito à incompatibilidade das instituições militares com o Estado Democrático de Direito. Outro ponto importante para os que apoiam a proposta seriam as mudanças nas punições a policiais de baixa patente permitidas pelo regulamento vigente. A fala de um policial militar praça aborda essa questão: "Sou a favor da Desmilitarização, apoio uma policia cidadã para os  seus funcionários. Desmilitarizar não significa acabar com a policia, mais criar um novo modelo de acordo com os preceitos da Constituição Federal de 1988. (...) Dentro de um estado democrático de direito, é inadmissível um agente policial ficar preso pelo simples fato de um bota estar suja, é ridículo, desumano. Não se respeita a C.F, o que vale é o regulamento, que muitas vezes quem os usa é arbitrário, abusa do seu poder." É importante destacar que esta foi a primeira vez que se construiu um debate público online, com espaço transparente e inclusivo para debates, do qual participaram todos os setores interessados em transformar e melhorar o atual sistema. Uma das principais conquistas do projeto foi a interação diária entre cidadãos de vários setores de atuação e profissionais da segurança pública, de posições políticas marcadamente diferentes, sobre temas polêmicos como o caráter militar das polícias brasileiras. Clique aqui e acesse o relatório na íntegra! Veja quais foram os outros temas debatidos e os setores mais ativos em cada um deles: Plataforma premiada pela Google Contemplada no Desafio Google de Impacto Social 2016, MUDAMOS é uma plataforma online de construção coletiva e democrática de soluções para problemas de interesse público. Seu objetivo é o de criar um debate informado com a colaboração de vários setores da sociedade de forma aberta e transparente. Em um momento político complexo como o que atravessamos no Brasil, MUDAMOS trabalha para que a tecnologia ajude a sociedade a encontrar respostas a desafios comuns a todos. Com o prêmio recebido, desenvolveremos um aplicativo para que qualquer brasileiro possa criar, assinar e encaminhar projetos de lei de iniciativa popular ao Congresso Nacional. O projeto foi criado pelo Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio de Janeiro, em parceria com a Open Society Foundation e o Instituto Arapyaú.
A partir da próxima quarta-feira (17 de julho) ocorre em Cuiabá-MT o 7º Encontro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, o maior evento anual de discussão sobre segurança pública e polícia, que reúne policiais, pesquisadores e representantes da sociedade civil em mesas, oficinas, grupos de trabalho e conferências interessados em temáticas ligadas à área. Neste ano, o tema do Encontro é "Segurança Pública, participação e cooperação regional": Com o tema “Segurança Pública, participação e cooperação regional”, o 7º Encontro do FBSP buscará repetir o sucesso de suas edições anteriores e prevemos a participação de 1000 a 1200 participantes, provenientes de todo o Brasil. Os Encontros dão centralidade ao tema da segurança pública, e em 2013 traremos as temáticas do desenvolvimento e cooperação regional, segurança durante grandes eventos, controle de fronteiras e seu impacto no crime organizado. Confira a programação! Cobertura e participação do Abordagem Policial Além de estar atento aos momentos do evento, participarei como coordenador do Grupo de Trabalho sobre "Desmilitarização das Polícias" e participante da mesa "Criminalidade Urbana Violenta e Facções Criminais", ambos na quinta-feira (18). Quem estiver acompanhando o Abordagem Policial e nossa fanpage terá novidades sobre o evento em tempo real. Ainda dá tempo se inscrever! Se estiver por Cuiabá, não perca...