Pesquisa no Rio estuda rejeição ao “Bandido Bom é Bandido Morto” 
Rio de Janeiro bate recorde de homicídios 
256 cidades do Estado de São Paulo não possuem Delegado 

PM Legal

O Deputado Estadual Capitão Tadeu Fernandes, um dos representantes da categoria policial militar que está à frente das negociações com o Governo, vem informando os policiais  militares acerca dos acontecimentos do Movimento Polícia Legal por email, bastando o interessado fazer um breve cadastro em seu site. Dentre os últimos informativos do Deputado, intitulados "Estado de Alerta", destacamos hoje o nº 27, que trata do andamento das negociações com o Governo. Leiam: [...] Até esta data, o governo não apresentou proposta concreta, apenas aceitou analisar os nossos pedidos; - No dia 23 e 24/07 realizamos duas reuniões com a presença do CMT Geral, do secretário Rui Costa (23/07), da União de Associações de Policiais e do Capitão Tadeu, onde apresentamos nossos argumentos e o governo ficou de dar uma resposta. Pedimos e pediremos urgência!; - Teremos outras duas reuniões com o governo nos dias 27 e 29/07. Em cada uma delas discutimos uma proposta da pauta, visto que não dá para debater a pauta completa em uma única reunião; - Nas duas reuniões já realizadas os resultados foram: 1º Reunião – 23/07: O secretário Rui Costa ouviu os detalhes das nossas propostas e ficou de analisar com o governador a viabilidade dos pedidos. Até o momento nada respondido. 2º Reunião – 24/07: O CMT Geral concordou e vai encaminhar ao governador os seguintes pontos das nossas reivindicações: • Ingresso no curso de Soldado com nível superior, a partir de 2012. Nessa nova carreira o posto máximo a se alcançar é o de Cel PM; • Aproveitamento imediato nesse novo quadro dos atuais oficiais QOA e praças, possuidores de cursos de nível superior, de interesse da administração da PM, podendo chegar até Cel PM; • Acesso ao CFOPM com curso de Bacharelado de Direito, podendo chegar a Cel PM, a partir de 2012. Transformação do CFOPM em curso de pós-graduação; • Extinção do QOA até 2017, já que haveria um novo quadro de oficiais onde os soldados com o curso superior galgariam ao oficialato superior da corporação. Até 2017 o QOA funcionaria nos moldes atuais; • Mudança dos critérios de promoção na PM, com a valorização de critérios objetivos e do mérito intelectual, com redução drástica do peso do "merecimento"; • Proposta de lei regulamentando o ensino na PM, reconhecendo nossos cursos de tecnólogo, graduação, especialização, mestrado e doutorado – que já existem. Segundo o site do Deputado, "o Movimento Polícia Legal passa a ter um minuto diário no Programa Ligação Direta na rádio Nova Salvador (92,3MHz), inaugura programa Cap. Tadeu que resume as pautas de reivindicações do Movimento". É uma idéia interessante, e ajuda a manter a motivação daqueles que estão engajados no movimento. Como a próxima assembléia está marcada para o dia 07 de agosto, em local a ser confirmado, será preciso esforço por parte dos representantes dos policiais para manter a mobilização até lá, e conseguir o número almejado de 15.000 pessoas na próxima reunião. PS1: Este post é ilustrado por fotos da Assembléia Unificada histórica que ocorreu na última quinta-feira. Imagens gentilente cedidas pelo Ten. PM Marcelo Neves; PS2: As notícias sobre as negociações ainda são escassas, mas assim que tivermos novas informações publicaremos aqui...