Os problemas com as armas Taurus 
Mulheres com medidas protetivas poderão acionar botão para chamar a polícia em Pernambuco 
Jovens são presos por desacato após comentar ações de policiais 

Religião

Caso extremamente polêmico envolvendo o Presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, Marco Feliciano. No vídeo, duas jovens que participavam de um culto ministrado pelo pastor se beijaram na frente de todos, o que levou o deputado a parar o culto e pedir que guardas e policiais prendessem e algemassem as garotas. E, segundo se divulga, foi o que ocorreu: "A Polícia Militar que aqui está, dê um jeitinho naquelas duas garotas que estão se beijando. Aquelas duas meninas têm que sair daqui algemadas. Não adianta fugir, a guarda civil está indo até aí. Isso aqui não é a casa da mãe joana, é a casa de Deus", disse Feliciano para o fiéis presentes. Após terem sido removidas à força e algemadas por pelo menos seis guardas-civis municipais por volta das 23h, as jovens foram encaminhadas para a delegacia. Elas disseram que foram agredidas pelos guardas durante o trajeto. O advogado das jovens, Daniel Galani, disse que vai abrir uma ação para apurar os responsáveis pela agressão. No começo do culto, os organizadores do evento leram o artigo 208, do Código Penal: Art. 208 - Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso: Pena - detenção, de um mês a um ano, ou multa. Parágrafo único - Se há emprego de violência, a pena é aumentada de um terço, sem prejuízo da correspondente à violência. Em que momento houve escarnecimento a alguém na atitude das jovens? Houve algum tipo de impedimento para que o culto prosseguisse? Desde quando um beijo pode ser considerado vilipêndio? Como admitir que um Deputado Federal mande prender pessoas que cometeram a "ilicitude" de se beijarem? Pior: como os policiais ou guardas municipais presentes no evento caíram nesse "conto do vigário" (ou do pastor), e deram vazão a suas intenções autoritárias? Serão acusados de abuso de autoridade. O Deputado? Angariou mais alguns votos de fiéis que pensam como ele:
Nas organizações militares, onde hierarquia e disciplina são pilares básicos da manutenção de respeito e ordem, não se pode esquecer de que o detentor do cargo de comandante, seja qual for o seu grau, sempre haverá almas sob seu cargo, respondendo estes pela boa ou má gestão que dê aos seus subordinados, recaindo sobre ele as faltas que cometa, as mazelas arrastadas em razão desse comando ou dos maus exemplos. Assim angariar-se-ão os resultados da forma como aplicar suas decisões para lhes dirigir aos caminhos da razão, uma vez que todo homem tem, neste Orbe, uma missão, seja ela de qualquer nível de importância ou natureza, sempre lhe é confiada para o bem. Dissimulá-la em sua essência, significa a falência ao seu cumprimento. Para Alan Kardec, no Evangelho Segundo O Espiritismo, Cap XVII, p. 293: "A autoridade, tanto quanto a riqueza, é uma delegação de que terá de prestar contas aquele que se ache dela investido. Não julgueis que lhe seja ela conferida para lhe proporcionar o vão prazer de mandar; nem, conforme o supõe a maioria dos potentados da Terra, como um direito, uma propriedade. Deus, aliás, lhes prova constantemente que não é nem uma nem outra coisa, pois que deles a retira quando lhe apraz. Se fosse um privilégio inerente às suas personalidades, seria inalienável. A ninguém cabe dizer que uma coisa lhe pertence, quando lhe pode ser tirada sem seu consentimento. Deus confere a autoridade a título de missão, ou de prova, quando o entende, e a retira quando julga conveniente". (mais…)
Recebi o email abaixo de um leitor, contando a parábola da concepção divina do policial (autor desconhecido). Muito legal: "Conta a lenda que, quando Deus liberou para os homens o conhecimento sobre como ser policial, determinou que aquele 'saber' iria ficar restrito a um grupo muito pequeno e selecionado. Mas, neste pequeno grupo, onde todos se achavam semideuses, já havia aquele que iria trair as determinações divinas... Aí, aconteceu o pior!!!!!!!... Deus, bravo com a traição, resolveu fazer valer alguns mandamentos: Não terás vida pessoal, familiar ou sentimental; Não verás teu filho crescer; Não terás feriado, fins de semana ou qualquer outro tipo de folga; Terás gastrite, se tiveres sorte. Se for como os demais, terá úlcera; A pressa será teu único amigo e as suas refeições principais serão os lanches, as pizzas e o china in box; Teus cabelos ficarão brancos antes do tempo, isso se te sobrarem cabelos; Tua sanidade mental será posta em cheque antes que completes 5 anos de trabalho; Dormir será considerado período de folga, logo, não dormirás; Trabalho será teu assunto preferido, talvez o único; A máquina de café será a tua melhor colega de trabalho, porém a cafeína não te fará mais efeito; Happy hours serão excelentes oportunidades de ter algum tipo de contato com outras pessoas loucas como você; Terás sonhos, com 'clientes', e não raro, resolverás problemas de trabalho neste período de sono; Exibirás olheiras como troféu de guerra; E, o pior... inexplicavelmente, gostarás de tudo isso!!!!!!!!!!"