Os problemas com as armas Taurus 
Mulheres com medidas protetivas poderão acionar botão para chamar a polícia em Pernambuco 
Jovens são presos por desacato após comentar ações de policiais 

Revista Época

A Revista Época desta semana traz uma matéria de fundamental importância para policiais e todos aqueles que se interessam pelo debate em torno da segurança pública brasileira. Com o título "Nossos policiais estão sofrendo", a matéria discute os dados de uma pesquisa feita com mais de 60 mil policiais brasileiros, onde foram questionadas suas opiniões sobre temas fundamentais para o trabalho de polícia, como relacionamento entre superiores e subordinados, condições de trabalho, relacionamento com o público externo etc. Dentre os índices publicados por Época, ressalto os seguintes: - A maioria dos policiais brasileiros (35% desejam a unificação das polícias civis e militares); - 44% dos policiais entendem que o Ministério Público tratam com indiferença o trabalho policial, enquanto 42% dizem o mesmo do Judiciário; - 66% dos policiais entende que a hierarquia de sua instituição provoca desrespeito e injustiça profissional; - 78% dos policiais entendem que as instituições policiais precisam combater a corrupção para serem mudadas; - 64% acham que a polícia deveria dar prioridade a ações preventivas em lugar das reativas; - 81% acham que os policiais devem ter direito a greve. Trata-se de uma importante radiografia do querer dos policiais brasileiros - não necessariamente a matéria da Época, mas o estudo. O trabalho foi realizado pelos pesquisadores Marcos Rolim, Silvia Ramos e Luiz Eduardo Soares, que reconhece na matéria a grande descoberta da pesquisa: "A pesquisa demonstra que há um sofrimento psicológico muito intenso. Essa experiência de vida acaba deformando esses policiais, que tendem a despejar sobre o público essa violência" Clique na imagem acima para ler a matéria.