Durante a crise, empresas de segurança privada crescem no Brasil 
Governo Temer planeja endurecimento de penas no Brasil 
Como as crianças brasileiras percebem a violência? 

Uniforme

A Polícia Militar do Mato Grosso anunciou uma mudança que desde muito vem se comentando que pode ocorrer tendo em vista a realização da Copa do Mundo no Brasil, a mudança de uniforme para um modelo menos "agressivo" visualmente. Vide o modelo atual: Em comparação com o modelo que entrará em vigência: Segundo divulgou a imprensa, a mudança de uniforme ficou em torno de R$ 10 milhões, já que o novo fardamento será distribuído aos 7 mil policiais da corporação (fazendo as contas, cada policial deve receber aproximadamente R$ 1.400 reais de uniforme): 40 anos depois, a Polícia Militar de Mato Grosso decidiu trocar a cor do seu tradicional uniforme - de azul petróleo para cinza bandeirante. E os custos para essa mudança atingem o montante de R$ 10 milhões. Além de garantir mais conforto aos policiais, com a mudança da cor e do tecido - parte da tropa reclamava do desconforto térmico do uniforme atual -, a mudança, segundo o Comando da corporação, tem como principal motivação a tentativa de "mudança da visão" que a população tem da corporação. O superintendente de Apoio Logítico e Patrimônio da PM, tenente-coronel César Gomes Metelo, informou que a mudança se deu com base em ampla pesquisa junto à população mato-grossense. Com base nesse levantamento, foi constatado que a farda azul petróleo era vista como "um instrumento de demonstração de força". “Queremos reforçar, com isso, a ideologia de que a Polícia Militar zela pela preservação da vida e o respeito à dignidade da pessoa humana”, explicou Metelo, em entrevista ao MidiaNews. Os R$ 10 milhões, segundo o oficial, foram investidos na compra de dois conjuntos operacionais, composto por gandola, calça, camiseta, cinto, cobertura (gorro) e coturno. O fardamento será distribuído gratuitamente aos integrantes da corporação, de soldados a coronéis, efetivo composto por 7 mil homens, em todo o Estado. Para ter controle da distribuição do fardamento, foi desenvolvido um sistema biométrico, com todos os dados da tropa. A entrega do material será feita mediante a chancela biométrica de cada policial. Segundo o comandante-geral da PM, coronel Nerci Adriano Denardi, a padronização do uniforme segue os critérios especificados no Decreto nº 1.400/2012, que abrange 70 composições de uniformes de todas as unidades policiais - inclusive, as especializadas. Prazo de distribuição A entrega da nova farda começou no dia 13 de maio e vai até 28 de junho. Aos policiais que atuam no Comando Geral da PM, demais unidades subordinadas aos Comandos Regional de Cuiabá (CR I), Várzea Grande (CR II) e Especializado (Cesp) e que estão à disposição, a entrega será realizada entre os dias 13 e 24 deste mês, no Quartel do Comando Geral da PM (QCG), em Cuiabá. Aos que atuam no interior do Estado, o repasse será feito nos respectivos comandos regionais. Caso haja necessidade de alguma troca posterior ao recebimento do novo uniforme, a instituição fará a troca entre os dias 24 e 28 de junho, exclusivamente na sede do Comando Geral. Segundo o tenente-coronel Metelo, o uso do novo fardamento será comunicado oficialmente após todo o processo de repasse. E aí, o que acharam? Particularmente, gosto mais do segundo uniforme. (Clique aqui e veja o RUPM da PMMT)